Prefeito de Nova Erechim é preso preventivamente e afastado do cargo

Na manhã de hoje, a Polícia Civil cumpriu dois mandados de prisão preventiva contra o prefeito de Nova Erechim, Nédio Cassol. Logo na primeira hora da manhã, a viatura da polícia estava na frente da prefeitura e na sequência o mandatário foi encaminhado para a delegacia de Polícia pra depoimento.

Conforme boletim da polícia encaminhado nesta manhã, a prisão é desdobramento do encerramento de dois inquéritos policiais onde Cassol foi indiciado em ambos os inquéritos por crimes de corrupção passiva, aplicação indevida de verba pública, bem como pelo crime de afastamento de licitante, em razão da solicitação de propina a empresários que mantinham contratos de serviços licitados com o município.

A representação contra o prefeito de Nova Erechim teve manifestação favorável do Procurador Geral de Justiça e o Tribunal de Justiça expediu os mandados de prisão.

Além de notificar o afastamento cautelar de Nédio Antônio Cassol,  o Oficial de Justiça deu ciência à Mesa Diretora da Câmara de Vereadores do Município de Nova Erechim, ao Vice-Prefeito (Ramirez Tápia), que assumirá o cargo, e ao Tribunal Regional Eleitoral de Santa Catarina.Após os procedimentos policiais, bem como as notificações realizadas pelo Oficial de Justiça que acompanhou a diligência, o preso foi recolhido junto ao Presídio Regional Masculino de Chapecó, conforme determinado pelo Desembargador.

Fonte: jornal a sua voz

Compartilhe no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *