Empresários e representantes de entidades e do Poder Público discutem Logística & integração

O eixo de “Logística & Integração” que faz parte do Plano de Desenvolvimento Econômico (PEDEM) foi foco de seminário na última semanano Centro de Cultura e Eventos Plínio Arlindo de Nes, em Chapecó. O objetivo foi discutir o setor enquanto gerador de riqueza e desenvolvimento econômico e social. O evento integra o Programa Cidade Empreendedora, desenvolvido pela Prefeitura de Chapecó e Sebrae/SC e reuniu empresários e representantes do setor público local, de entidades e instituições.

O evento foi conduzido pelo consultor credenciado ao Sebrae/SC Fábio Cesar de Moraes, que pontuou o panorama atual de Santa Catarina com base nos dados do levantamento Chapecó em Números. De acordo com pesquisa da FIESC/UFSC, o custo logístico da indústria catarinense é de R$ 0,14 em relação a cada real faturado (14%).  A carência de um Porto Seco, a ausência de rede ferroviária eficiente, bem como os custos de melhorias pontuais, foram outros aspectos destacados.

Também foram ressaltadas ações de integração regional que vêm sendo desenvolvidas como, por exemplo, o Projeto Líder do Sebrae em parceria com a AMOSC, a articulação transfronteiriça em estágio adiantado entre Brasil, Argentina e Paraguai que permitirá a compra de milho paraguaio com a implantação do Corredor do Milho, o ensino bilíngue para policiais e agentes de saúde que atuam nas fronteiras Brasil e Argentina, a zona de integração do Centro Oeste da América do Sul (ZICOSUR), novas tratativas 2018, o Plano de Ação 2018/2021 para o crescimento das Américas, entre outros.  

O evento também oportunizou definir a visão de futuro que é promover a valorização da atividade logística, facilitando os tramites burocráticos e operacionais, incentivando o desenvolvimento municipal homogêneo e auxiliando na integração dos ecossistemas locais e transfronteiriços.

Para o diretor de Incentivo ao Empreendedorismo da Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Arthur Badalotti Smaniotto, é fundamental que o eixo de Logística & integração esteja entre os segmentos prioritários a serem trabalhados no Plano de Desenvolvimento Econômico Municipal. “É mais uma alternativa para consolidar as ações em andamento, pois sem logística não há escoamento da nossa produção local e a vinda de insumos para nosso agronegócio e indústrias é prejudicada. Essas ações trabalhadas no encontro atendem às necessidades regionais e transfronteiriças, que resultam num crescimento sustentável”.

O PEDEM visa fortalecer a economia do município com base no planejamento dos eixos estratégicos para promoção do crescimento econômico e social de forma sustentável. Para definir os eixos foram avaliados os dados do documento “Chapecó em Números” que apresenta informações sociais e econômicas locais. Além do eixo de “Logística & Integração” outros quatro segmentos foram priorizados: “Indústria & bens de Capital”, “Agroalimentar”, “Turismo & Bem-estar” e “Inovação & Sustentabilidade”.

CIDADE EMPREENDEDORA

O Programa Cidade Empreendedora foi implantado no início deste ano em Chapecó com o objetivo de planejar, desenvolver, implantar e gerenciar soluções para intensificar o desenvolvimento econômico com aproveitamento das potencialidades locais. São 34 soluções em vários setores visando atender demandas que incluem a questão da promoção da cultura do empreendedorismo, compras públicas, identificação de oportunidades e reflexão das estratégias que podem ser utilizadas para estruturar políticas públicas de apoio aos pequenos negócios, programa de educação empreendedora, entre outros aspectos.

MB Comunicação

Compartilhe no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *