Partida entre Fla e Timão esquenta semifinais da Copa do Brasil na noite desta quarta (12)

Chegou a hora das decisões. Na noite desta quarta-feira (12), duas partidas abrem as semifinais da Copa do Brasil com dois grandes clássicos brasileiros.

Marcado por polêmicas antes mesmo da bola rolar, o clássico que envolve as duas maiores torcidas do país deve ser quente também dentro de campo. No Maracanã, Flamengo e Corinthians se enfrentam em busca de um título nacional em 2018. Fora de campo, declarações dos presidentes de Fla e Timão apimentam ainda mais o confronto desta noite.

Pelo lado rubro-negro, a principal reclamação se deu por conta da convocação de Lucas Paquetá , um dos principais jogadores do Mengão, para dois amistosos inexpressivos da Seleção Brasileira. Sem sucesso, o time da Gávea pediu a liberação do jogador ou o adiamento da partida, o que foi negado pela CBF, que também é a organizadora da Copa do Brasil.

Com a entrada do jogador em campo nesta terça, na goleada do Brasil contra El Salvador, a escalação do jovem ainda não está confirmada. Além disso, tanto o técnico Maurício Barbieri quanto o presidente Bandeira de Mello criticaram a escolha do árbitro Bráulio da Silva Machado, que não é do quadro da FIFA e já foi alvo de reclamações do Fla no Brasileirão deste ano.
Somado a tudo isso, há ainda o caso Fagner. O lateral corinthiano, que foi desconvocado da Seleção por uma suposta lesão muscular, deve ir a campo nesta quarta-feira. A questão é que o departamento médico do Timão havia dado prazo de quatro semanas para a recuperação do atleta, o que foi feito em apenas duas.

Na outra semifinal, em São Paulo, confronto entre duas defesas sólidas. O Palmeiras, de Felipão, terá pela frente o Cruzeiro, comandado por Mano Menezes. Em 11 jogos, desde a chegada do novo técnico, o Verdão sofreu apenas dois gols. Já a equipe de Mano Menezes tem a segunda melhor defesa do Brasileirão, atrás somente do time paulista. O Palmeiras não poderá contar com Gustavo Scarpa, lesionado, além de Deyverson e Felipe Melo, que estão suspensos. Já o Cruzeiro não terá Fred e Sassá, que recuperam a parte física.

A bola rola nas duas partidas a partir das nove e quarenta e cinco da noite, horário de Brasília.

Reportagem, Raphael Costa

Compartilhe no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *