Preço do leite volta a subir. Cebola também está mais cara. Conab confirma leilão para remover milho

O preço do leite pago a produtores de Minas Gerais voltou a subir. Fechou o mês passado em média a um real e 28 centavos o litro, em algumas regiões, o que representa alta de 30 por cento, do começo do ano pra cá. Com pouca chuva, a pastagem não cresce tanto, o gado come menos e a produção e a oferta diminuem. Além disso, muito comprador trocou o leite importado pelo nacional, pra escapar da alta do dólar.

Outro produto valorizado é a cebola. No Rio Grande do Sul, a saca de 20 quilos da cebola caixa 3 foi vendida a 71 reais, na semana passada, informou o Cepea. Antes do aumento, o preço ficava na casa dos 50 reais. O avanço aconteceu por vários motivos: como o fim da safra na região Sul, o fato de o começo da colheita no Nordeste não ter sido tão bom e a redução da área plantada na Argentina.

E a Conab confirmou para o dia 16 de maio mais um pregão que vai contratar frete para a remoção de milho. Cerca de 19 mil toneladas do grão que estão em estoques públicos vão abastecer o Programa de Vendas em Balcão. O milho terá como destino cidades do Sul, do Centro-Oeste e do Nordeste e atenderá pequenos criadores de animais. O transporte deve começar já no mês de junho.

AR 2

Compartilhe no Facebook

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *